terça-feira, 21 de outubro de 2014

Quer estudar na Alemanha? Agora é de graça



 Recebi várias mensagens relativas a matéria publicada ontem (20) no site da Revista Exame intitulada "Quer estudar na Alemanha? Agora é de graça". A reportagem fala da recente abolição do pagamento das mensalidades para estudantes alemães e estrangeiros, essa é a matéria:




De graça? 

A verdade é que as mensalidades foram abolidas das universidades públicas do país mesmo, entretanto tem que ter em mente que as condições para conseguir um visto de estudante continuam valendo e entre essas condições está a comprovação de renda que gira por volta de 643€ multiplicado por X meses que a pessoa vai ficar no país tudo depositado em uma conta no banco, dinheiro esse que vai ser usado para pagar as suas contas, aluguel, alimentos, telefone, internet pois é claro que nenhuma dessas despesas é paga pela universidade. Então não é por assim dizer de graça...(como por exemplo seria para um bolsista integral e até o estudante de ciências sem fronteiras que tem ajuda de custo).

Óbvio que não se pode desmerecer uma atitude louvável como essa, mas é claro que no final das contas pesa no bolso do estrangeiro do mesmo jeito, e acaba sendo mais vantajoso para os estudantes que já moram aqui, nativos ou não, e tem a possibilidade de trabalhar para ajudar na renda e não precisam se submeter as mesmas regras que o estudante estrangeiro (que não possui residência fixa aqui). 

Falar alemão

Outro porém é a quase obrigatoriedade de falar alemão se você quer uma dessas vagas. Sim! Para estudar na Alemanha tem que falar alemão! (ué) Os níveis do alemão são 6 (A1, A2, B1, B2, C1 e C2) e você vai precisar comprovar que tem pelo menos o B2 para se matricular na universidade (eles aplicam o testdaf):
Com o nível B2 você pode: Entender os pontos principais de textos mais complexos com temas concretos e abstratos; entender discussões técnicas na sua área de especialização. Conseguir comunicar-se de forma tão espontânea e fluente, que é possível realizar uma conversa normal com falantes nativos sem muito esforço de ambas as partes. Conseguir expressar-se em uma gama variada de temas de forma clara e detalhada, expressar um ponto de vista relativo a uma questão atual e indicar as vantagens e desvantagens de várias possibilidades.

Resumindo

Claro que com um projeto bem feito e um pouco de economia é possível vir realizar o sonho de estudar aqui e acredito eu, ainda sai bem mais barato do que estudar nos Estados Unidos por exemplo ou talvez até no Brasil. Seguem alguns links que podem te ajudar na procura pela sua universidade.


 LINKS ÚTEIS



Saiba como se candidatar a uma universidade alemã 

Encontre bolsas de estudo na Alemanha para o seu perfil

Encontre uma Universidade na Alemanha por cidade ou área

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.